letreiro

Conhecer o Uruguai sempre foi uma vontade, a qual aumentou ainda mais, quando em 2014 conheci Colônia de Sacramento (se quiser saber mais, clique aqui). Não sei dizer ao certo o que me encantava esse país vizinho, só posso dizer que com essa viagem o encanto continuou.

Resolvi conhecer o Uruguai nas férias de fim de ano, e assim começou o meu recrutamento aos amigos. Mas quando você começou a planejar a viagem? Ahhhhh, é réveillon né, então sim, eu começo a planejar bem cedo, para garantir preços legais, e nunca me arrependi.

Essa viagem começou a ser planejada no inicio de Abril (mês que comprei passagens e reservei hotéis).Então foi passando o tempo e mais amigos foram querendo participar, até que o grupo fechou em 7 pessoas.

AEROPORTO DE GUARULHOS

A viagem começou no dia de Natal (25/12), depois de toda a farra em família seguimos no inicio da noite para o Aeroporto de Guarulhos e deixamos os carros no Estacionamento Yellow Park (conto mais aqui).

Nosso voo foi pontual e seguimos para Montevidéo voando Gol. Confesso que não acho a Cia Aérea uma das melhores, porque ela não tem entretenimento nenhum, eu sei que é tipo 2h30 de voo, mas é sempre bom algo para se distrair né, então se nunca viajou pela Cia. leve algo para você fazer o seu entretenimento, um livro, uma musiquinha, ou o que quiser.

AEROPORTO DE GUARULHOS 01

Chegando ao Aeroporto de Carrasco, passamos rapidamente pela imigração, um detalhe que percebi, é que não foi entregue aqueles formulários para preencher e nem foi necessário na chegada.Logo após o processo de Imigração fica o Free Shop, não comprei nada, mas sei que a cotação do dólar lá estava melhor do que no Brasil.

aeroporto carrasco montevideo 03

Próxima parada: retirar as malas, qual o processo foi bem rápido, pois a hora que chegamos lá, as malas já estavam na esteira. Nesse mesmo ambiente das malas tem uma Casa de Câmbio caso necessite (conto mais sobre qual dinheiro levar para o Uruguai aqui); saindo de pegar as malas é hora de passar as malas pelo Raio X.

Depois de todo esse ritual, lá estavam dois senhores com uma plaquinha com o meu nome, era nosso transfer para o hostel (conto aqui sobre valores), que depois de malabarismos e uma certa experiência conseguiram colocar todas as nossas malas em dois carros e lá partimos para o nosso hostel em Montevideo, o Che Lagarto.

Confesso estar impressionada com o atendimento do Staff quando chegamos, super simpáticas e atenciosas as meninas, mas não me recordo o nome.

Nos acomodamos nos nossos quartos (que eu conto aqui) e logo fomos descansar, pois o próximo dia prometia.

 

Até o próximo post!

Amante de viagens, apaixonada por moda e alucinadamente curiosa, junta tudo num potinho e o resultado sou eu!
Siga nas redes sociais.

Related Post